domingo, 15 de abril de 2012

Seminário Serrano de Economia Criativa será lançado em Petrópolis dia 18

Evento provocará empresários a encontrar possibilidades reais de crescimento para o seu negócio

“Café Criativo”, esse é o nome do encontro que acontecerá na próxima quarta-feira, 18 de abril, às 18h, no Palácio de Cristal (Rua Alfredo Pachá, s/nº, centro) e tem a presença confirmada de Marcelo Velloso, representante do Ministério da Cultura Regional. Este evento é destinado à sensibilização e inscrição de empreendedores e demais interessados dos ramos da Gastronomia, Turismo, Audiovisual, Música, Design, Entretenimento, Produção Cultural, Moda, Publicidade, Eventos e novos modelos de produção e de bens criativos em participar do Seminário Serrano de Economia Criativa, que acontecerá nos dias 10 e 11 de maio, no Teatro Municipal de Nova Friburgo.

O gerente de programação cultural da Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis, Pedro Troyack, acredita que o Seminário seja um bom momento para o empresariado se familiarizar com o tema e as possibilidades de desenvolvimento econômico que este segmento proporciona. “Será uma excelente oportunidade para os investidores destas áreas porque terão a chance de conhecerem o novo caminho que o setor vem criando. O empresário terá a chance e verificar as possibilidades não só de promover e oferecer serviços para o bem da cultura e do turismo, por exemplo, mas para algo que possa aplicar seus recursos e aferir lucros. A Economia Criativa desponta para um cenário bastante promissor e vale à pena conhecer, participar e se aproximar dessa oportunidade”, conclui.

A Economia Criativa é uma tendência mundial e a exemplo de Inglaterra, França, Bélgica, Noruega, Espanha, Alemanha, e Finlândia; o Brasil começou a investir neste setor, o que significa valorizar o insumo da criatividade como grande alternativa para a superação de modelos produtivos, movimentando, valorizando e desenvolvendo desde mercados informais até multinacionais; a geração de trabalho e renda; a inclusão social; o envolvimento do trabalho, educação e entretenimento; as expressões culturais e artísticas; o baixo impacto ambiental; a valorização de potenciais culturais; o respeito à diversidade; o desenvolvimento da capacidade criadora e inventiva do ser humano; a integração da sociedade; além da possibilidade de crescimento mesmo em momento de crise.

Programação
No dia 10 de maio, durante os debates, o seminário apresentará casos nacionais e internacionais de sucesso na Gastronomia, Turismo, Audiovisual, Música, Design, Entretenimento, Produção Cultural, Moda, Publicidade, Eventos e novos modelos de produção e de bens criativos.
Já no dia 11 de maio, serão desenvolvidos três workshops: Designing your creative bussines: apresentação dos conceitos, estratégias e valores pertinentes ao design de negócios criativos de sucesso, através de experiência internacional de consultoria de negócios; Software, novas mídias e o futuro da Cultura Digital: Qualificação de público participante do universo das novas mídias e das diversas redes virtuais, com vistas à divulgação, inserção e distribuição de seus produtos culturais; e finalizando, Redes produtivas e criação de um Distrito Criativo: identificando a Economia Criativa da região serrana e buscando compromisso com as formas produtivas e de governança que possam fazer dos 16 municípios um Distrito Criativo.

Palestrantes
Camila Toledo, especialista em tendências de comportamento e consumo com 10 anos de experiência no mercado da moda.

Roberta Sudbrack, reconhecidamente uma das melhores chefes de cozinha do Brasil, falará sobre "Culinária regional e sua força globalizante".

Amaury Barbosa, criador do calendário de eventos de Paraty, o maior caso de sucesso em Turismo Cultural do Estado.

Ana Carla Fonseca Reis, assessora em Economia Criativa para a ONU, abordará a "Economia Criativa e cidades criativas - buscando novos caminhos".

Heliana Marinho, gerente de Economia Criativa do SEBRAE-RJ, falará sobre os "Novos modelos de negócios e distribuição de música".

David Parrish, especialista em negócios criativos e digitais e gerenciamento em indústrias criativas.

Guime Davidson (foto), vice-presidente da agência WMccann e diretor criativo da equipe de Washington Olivetto, apresentará o tema "Desenvolvimento e suas marcas".









Steve Solot, presidente do Centro Latino-Americano de Treinamento e Assessoria Audiovisual (LATC) e da Rio Film Commission, abordará o "Mercado audiovisual e potencial de negócios para TVs e produtoras".

O Seminário Serrano de Economia Criativa é uma realização do Instituto Serrano de Economia Criativa (ISEC) e Lausanne, tendo como patrocinadores a APEXBRASIL, SEBRAE-RJ e Concessionária Energisa, e apoio da Prefeitura de Nova Friburgo, Acianf e Universidade Estácio de Sá.

Inscrições:
Nova Friburgo - ACIANF (22) 2522-1145 e SEBRAE (22) 2523-69-08;
Cordeiro - ACIACOR (22) 2551-1220;
Petrópolis - SEBRAE (24) 2237-0062;
Teresópolis – ACIAT(21)2643-2770.
Outras informações: (22) 2533-1228 (Nova Friburgo) ou pelo site: WWW.serracriativa.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário