terça-feira, 4 de setembro de 2012

2ª edição do Projeto Leitura Gentileza chega aos pontos de ônibus de Mury

Material levado na madrugada de 22 de agosto

As novas histórias do projeto Leitura Gentileza já estão adesivadas nos três principais pontos de ônibus de Mury. Elas deveriam ter sido renovadas na sexta-feira,  10 de agosto, mas as placas de acrílico transparente, que serviam de suporte para afixar o material, foram ‘cobiçadas’ e levadas na madrugada, antes que a nova edição fosse colada. 

“De repente, mais uma vez, fiquei sem chão”, lembra a jornalista Laura de Paula, que produz e realiza o projeto. “Tantas lutas, tantos nãos pra conseguir botar o Leitura Gentileza na rua por conta própria e aí vem um boboca qualquer, para o carro na madrugada e, já com as ferramentas certas na mão, serra com cuidado os pregos que prendiam a placa de acrílico e leva tudo embora.  Doeu..”, conta  ela. “Vida que segue”, filosofa  a jornalista que completa:  “mas o que interessa  é que estamos de novo na rua com a segunda edição das histórias que o Leitura Gentileza quer contar”.

Tantas Histórias

Hoje, 6 de setembro, sentido Thedoro

Hoje, 6 de setembro, sentido Centro de Nova Friburgo
A nova edição apresenta às pessoas que esperam o transporte coletivo a graça singela das Anedotas de Salão, a criatividade dos Ditos Populares e o olhar de uma menina que tem Mania de Explicação. Estes textos vão estar lado a lado com duas estórias de amor e deslumbramento contadas pelo escritor argentino Eduardo Galeano.  Por sua vez, o compositor Renato Russo apresenta a sua legião de fãs uma colagem feita de trechos do poeta português Luís de Camões e das palavras de São Paulo Apóstolo retiradas da Bíblia. E para fechar a edição, há duas crônicas de Heloísa Seixas: a primeira conta como foi que um dia, no chão da rua, ela se viu pisando poesia; na segunda, ela imagina o que deve ter sentido o poeta mexicano Otavio Paz quando viu sua biblioteca queimar.
E assim o ponto ficou sem o Leitura Gentilza
“Para não despertar a ‘cobiça’ dos ‘amigos do alheio’, a nova edição do Leitura Gentileza  usa agora placas de Eucatex para colar os textos que apresenta”, conta  a jornalista Laura de Paula.  “Elas são muito mais baratas, embora sejam menos resistentes a chuva e ao sol”, e explica: “ainda não tenho patrocínio para o projeto. Há um ano e meio venho produzindo o material que estou expondo. Mas este foi o jeito que encontrei para “honrar” os 35 recados e o único e-mail que recebi de quem viu as histórias da edição passada nos pontos de ônibus e se deu o trabalho de me deixar algumas palavras".


Nenhum comentário:

Postar um comentário