terça-feira, 9 de outubro de 2012

Nova Friburgo recebe, de 8 a 10 de novembro, a primeira edição do Encontro de Bio arquitetura (EBA)


Evento, que reunirá nomes mundialmente consagrados no segmento, vai propor uma nova discussão sobre o modelo de construção sustentável

O município de Nova Friburgo, na Região Serrana Fluminense, receberá, entre os dias 8 e 10 de novembro, a primeira edição do Encontro de Bio arquitetura (EBA), maior evento sobre o tema  no país. O objetivo é levantar discussões e trocar experiências sobre formas efetivas de unir o desenvolvimento e a sustentabilidade nos mais diversos tipos de edificações. Os participantes poderão conferir palestras com nomes de peso no cenário nacional e internacional, e terão também a oportunidade de aprender técnicas de construções eficientes, com a tribo Xavanti e com os membros do Centro de Tecnologia Intuitiva e Bio Arquitetura (Tibá) no dia 10, através de oficina de práticas indígenas.

Através da exposição de experiências práticas e teóricas, o EBA pretende levantar questões que envolvem a preocupação com a saúde do ambiente projetado, utilizando tecnologias apropriadas, energias limpas e renováveis. Tudo aplicável de forma efetiva, com materiais naturais, ecológicos e com soluções práticas para o dia a dia. O evento mostra que a arquitetura, em harmonia com a natureza, promove a captação e geração de recursos, favorece no reflorestamento, na preservação da fauna e flora, e, prioritariamente, na restauração de áreas degradadas através do plantio, manejo e construção, além de defender a redução de resíduos através de reuso de materiais e reciclagem são princípios fundamentais para produção e desenvolvimento de cidades sustentáveis.

Para o curador e realizador do evento, Peter Van Lengen, a união dos oito especialistas que comandarão os debates do EBA 2012, vai gerar um panorama de todos os temas chaves da bioarquitetura.  “Estes professores vão deixar bem claro o caminho do habitat do futuro próximo, a real salvação da arquitetura sustentável”, espera.

Entre os palestrantes, Johan van Lengen, autor de “Manual do Arquiteto Descalço”, e idealizador das primeiras técnicas de bioarquitetura no mundo; Michael Reynolds, arquiteto norte-americano foi o primeiro a desafiar as técnicas tradicionais e construir a primeira casa 100% sustentável há 30 anos nos USA; Marcelo Bueno é especialista no design de ecovilas; Simón Velez introdutor do uso do bambu como estrutura nas construções e Kaká Werá, escritor, ambientalista e especialista na cosmovisão e filosofia tupy-guarani tema interligado com os benefícios de uma casa mais limpa com menos materiais sintéticos e radiação.

“Sabemos e ouvimos todos os dias que precisamos de novas soluções para que o ser humano possa diminuir o processo destrutivo que consciente ou “inconscientemente” tem praticado. É realmente fortalecedora a ideia de trocar experiências e conhecimentos com os atuais mestres de soluções construtivas de baixo impacto ambiental, independente do contexto socioeconômico”, ressalta Peter Van Lengen.

O EBA é promovido pelo Instituto Serrano de Economia Criativa (ISEC), em parceria com o TIBÁ. Com produção da Lausanne, o encontro tem patrocínio do Sebrae, da Energisa, Apex Brasil e Firjan.

2 comentários:

  1. Onde será o encontro Como fazer a inscrição ? Grato. Edgard Bessa (edgardbessa@hotmail.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Edgar

      Acesse http://www.culturanf.com.br/2012/10/encontro-de-bioarquitetura-8-9-e-10-de.html

      Excluir